A Inter de Limeira foi a campo neste domingo (8) para o confronto direto contra o Água Santa, em Diadema.

O leão da paulista começou bem a partida, não dando muitos espaços para o trio ofensivo do Netuno – Dadá, Dinei e Felipe Azevedo -, e conseguindo criar algumas chances, mesmo que com timidez no começo da partida. Elano que foi representado por Ivan Souza à beira do gramado, surpreendeu a todos com a entrada de do colombiano Elácio Córdoba no meio, atuando ao lado do volante Marquinhos.

IMG-20200309-WA0012
Foto: Rossin Jr.

Durante o primeiro tempo ambas as equipes conseguiram criar oportunidades, porém o leão foi mais incisivo, tanto que aos 7′ minutos, Elácio faz o cruzamento, a bola quica no chão antes de Thomaz chuta-la e o zagueiro tirar com o braço dentro da área. Para indignação de todos, o árbitro Leandro Carvalho, não marcou o pênalti claro em favor do leão.

rodapé de propaganda

Outra boa jogada da Inter aos 23’minutos. Após Tcharlles recuperar a bola no meio de campo, enfiou em profundidade para Lucas Braga, que ainda contou com a furada do lateral esquerdo Abner, assim, o atacante leonino entrou sozinho na área e saiu cara a cara com o goleiro do Netuno, Braga ao finalizar fez tudo certo, mas a bola “lambeu” a trave e não entrou.

IMG-20200309-WA0011
Foto: Rossin Jr.

No decorrer do primeiro tempo o Água Santa igualou as ações e também levou perigo a zaga leonina, mas, o zagueiro Oliveira em outra excepcional partida não permitiu que o Netuno levasse tanto perigo à meta do goleiro Rafael Pin no primeiro tempo. A verdade é uma só, Oliveira está sobrando na zaga da Internacional.

Já nos acréscimos, uma jogada igual ao do pênalti não marcado no começo do jogo. Dessa vez, Leandro Carvalho acabou apitando a marca da cal. Murilo Rangel, bate o chamado pênalti de segurança, forte no meio do gol e abre o placar da partida. O leão foi embora para o intervalo com a vantagem no marcador.

No segundo tempo, a Inter voltou muito recuada, permitindo que o adversário pressionasse, amadurecendo o gol de empate a cada minuto do segundo tempo. Não conseguindo imprimir a mesma intensidade que foi no primeiro tempo, sendo assim, acabou chamando o Netuno para o campo de ataque.

Aos 15′ minutos a primeira mudança de Ivan, tirou Murilo Rangel e colocou o volante Geovane, recuando ainda mais o time. Fato este que nosso comentarista Tatinha, alertou já com essa primeira mudança. Aos 23′ minutos saiu Elácio com cãibras para a entrada de Balardin no meio.

O Água Santa seguia pressionando o time leonino em busca do empate, levando grandes sustos a meta de Rafael Pin, obrigando o goleirão realizar defesas difíceis. Com a forte pressão do time da casa, após Pintado promover a entrada do atacante Pio que por sinal é muito veloz. Ivan acabou realizando a última mudança na Internacional aos 40′ minutos, colocando Nata no lugar do lateral direito Léo. Assim Balardin que estava no meio, foi para lateral e Nata ficou incumbido de fechar o meio.

rodapé de propaganda

Porém, o castigo veio aos 46′ minutos, em um cruzamento da direita, após falha de marcação do lateral Daniel Vançan que estava bem na partida, Felipe Azevedo livre  deu um peixinho próximo a marca do pênalti, e empatou a partida. Rafael Pin, não esperava o cabeceio e assim não conseguiu fazer a defesa.

Após o empate, a sombra de Ribeirão Preto deixou os torcedores do leão apreensivos, pois lembraram aquela partida em que o leão vencia por 1×0 e levou a virada nos acréscimos. E por Oliveira e Rafael Pin a Inter não viu a “maldição” dos acréscimos se repetir. Fim de jogo 1×1 em Diadema.

Ao lado de Oliveira, Tcharlles foi o nome da Inter na partida.

Diante das circunstâncias ao final da partida o empate veio com saber de derrota. Porém ao analisar os resultados dos adversários que estão abaixo na classificação, o ponto fora de casa foi de fundamental importância.

O leão terminou a rodada em 3º em seu grupo com 10 pontos, seguido do Ituano com 9. Em 1º estão o São Paulo que perdeu para o Botafogo, com 15, e em 2º o Mirassol com 13, que também perdeu na rodada para o Santos na Vila. A Inter volta a campo no próximo sábado contra o Palmeiras no Limeirão às 16:15.


Elano pode pegar gancho ainda maior 

Cumprindo suspensão após ser expulso contra o Grêmio Novorizontino, o técnico Elano, ficou no camarote contra o Água Santa. Porém, o local ficava logo acima do banco de reservas da Internacional.

IMG_20200309_112641
Foto: Rossin Jr.

Eu já havia alertado sobre esse risco durante a semana no programa de Rádio na Mix, de que era muito próximo, e que a qualquer momento iria haver esse descuido do Elano querer interferir no campo.

O que pode acarretar uma suspensão ainda maior para o técnico da Internacional.

Dito e feito. As câmeras do Premiere e o quarto àrbitro Lucas Canetto Bellote flagraram o técnico Elano (suspenso) passando informação a comissão técnica, como foi relatado na súmula abaixo.

sumula inter

Veja a súmula na íntegra

rodapé de propaganda

Fotos: Rossin Jr.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s